23.05

É com enorme privilégio que o GrETUA irá receber, a peça "SUICÍDIO COLETIVO COM ENCANTO", de Fernando Dacosta!

É a mais recente produção do grupo Maricastaña, aula de teatro residente em Ourense e pertencente à Universidade de Vigo, que já pairou pelos mais diversos festivais de teatro do país e arredores, e agora fará paragem na singela caixa negra do GrETUA. Não é de perder, marquem nas agendas!

Sinopse:

O paradoxo do título remete-nos para os extremos presentes nesta obra: a morte e a vida. Vidas arruinadas, problemas sem solução aparente, a vida que decorre sem fazer sentido…

Personagens que vêem na morte a única solução juntam-se num seminário de "suicidiologia" por sugestão de uma delas. Deste sairá uma conclusão, tal como é costume nos congressos: participarão num suicídio em grupo, um suicídio colectivo com encanto. É então que começa a diversão, quando se vive cada dia como se fosse o último, quando o "carpe diem" atinge as pessoas e a alegria e a explosão vital afloram na humanidade.

Vamos descobrindo o que esconde cada personagem numa viagem desde a Galiza até à ponta mais setentrional da Europa. Uma mulher-polícia vai procurar entender o que traz entre mãos este excêntrico exército comandado por um coronel, uma directora de uma empresa e uma vice-reitora. Tudo isto temperado por um humor latente, que chega por vezes a ser humor negro, durante toda a obra.

 

Fica técnica:

O encenador:

Fernando Dacosta (1969) é licenciado em Filologia Hispânica. É um homem impaciente mas que tem um grande amor pelo seu trabalho, algo que descreve como uma constante descoberta. Fez a sua formação em Teatro na companhia a que hoje pertence, a Sarabela. É encenador, desde 1995, da Aula de Teatro Universitária "Maricastaña", campus de Ourense, um dos grupos de teatro universitário mais relevantes de Espanha. O grupo participa regularmente no FATAL, desde 2000.

O autor:

Arto Tapio Paasilinna (20 de Abril de 1942, Kittilä, Finlândia) é um escritor finlandês que adquiriu uma grande notoriedade internacional e está traduzido em 27 línguas. Estudou jornalismo na General and Elementary School Line na Lapland Folk Academy. Inicialmente optou por se dedicar ao jornalismo mas após uns anos a exercer a profissão, classificou-a como "cada vez mais superficial e sem sentido". Em 1975, escreve o livro The Year of the Hare que se viria a tornar um sucesso e que ainda hoje é a sua obra de maior sucesso com várias traduções e adaptações cinematográficas. Actualmente ainda escreve textos jornalísticos e é cronista numa rádio finlandesa.

Cenografia, dramatorgia e encenação: Fernando Dacosta

Interpretação: Marcos Vázquez, Yu Estévez, Patricia Figueiras, Pablo Maijide, Nuria Paz, Samuel Cardoso, Alberto Medeiros, Alba Núñez, Alicia Fraga, Victoria Álvarez, Noelia Rodríguez, Alba da Estevadinha, Reyes Mangue, Iván Davila, Sandra Al Ca, Daniel Vázquez e Paco Daza

Assistente de encenação: María Díaz

Luzes e adereços: José Manuel Bayón e Rubén Dobaño

Guarda-roupa e acessórios: Tegra

Desenho musical: Renata Codda Fons

Cartaz e programa: Pablo Otero

Processo criativo:

O espaço.

Pneus, um ciclorama, os acessórios essenciais.

Pneus que fazem de autocarros, casa, lago, restaurante, quinta… Tudo e nada numa viagem iniciada desde as cavernas do desespero à vida resistente. O vestuário.

Em branco, preto, cinza, creme... Para o mínimo funcional e próprio dos personagens.

As transições.

Rápidas, apoiadas numa luz cenográfica que enquadra e situa a acção. Trocas que permitem um ritmo "in crescendo", levado ao limite pelos personagens. Música que cria atmosfera, com uma composição em directo, ilusionismo, equívoco, evoluções e involuções.

As emoções em jogo, tudo a nu, o pranto, o desespero, a loucura, o riso, o afecto, o humor, a ternura...

 

Em cena: 

Dia 27 de maio de 2013, às 21:30, no espaço GrETUA

 

Bilhetes:

Estudante: 3€

Geral: 4€ 

Reservas: gretua@aauav.pt

As reservas devem ser levantadas até 30 minutos antes do início do espetáculo, sob pena de serem transmitidas a outras pessoas.



publicado por gretua-aauav às 21:09

Bem-vindo(a) ao GrETUA!

Um grupo de alunos com um grande desejo de fugir à rotina dos estudos teve a brilhante ideia de criar um grupo de teatro que, em 1980, apresenta a sua primeira peça.


Desde então, o GrETUA - Grupo Experimental de Teatro da Universidade de Aveiro - tem vindo a desenvolver diversas atividades, como oficinas, workshops, cursos de iniciação, teatros de rua e outras produções teatrais.

Fala connosco

Se gostas de teatro e te pretendes juntar ao GrETUA ou pretendes entrar em contacto connosco por qualquer outra razão, envia-nos um e-mail para gretua@aauav.pt. :-)

Direção

Coordenadora: Joana Vidal
Responsável Financeiro: João Peixoto
Vogais: Joana Manso; Carolina Lobão; Sara Constantino; Inês Guedes; Jorge Malafaia